Trabalhar em Portugal: veja o que você precisa saber

A maioria dos brasileiros que está imigrando escolhe Portugal como destino para nova morada. E com isso trabalhar em Portugal vira algo necessário.

O Meu Intercâmbio pensou justamente nisso: te ajudar caso você pense em trabalhar por lá.

Salário em Portugal

O salário mínimo em Portugal é de 635€ em 2020 (valor bruto, sem tirar os descontos). Esse salário normalmente é pago para cargos que não necessitam de exigências acadêmicas ou técnicas, como, por exemplo, atendente em bares e cafés, segurança, call center, pedreiro etc.

Já, a remuneração média para os formados é de aproximadamente 970€, de acordo com o INE (Instituto Nacional de Estatística) em 2019.

É necessário visto para trabalhar em Portugal?

Se você não tiver cidadania portuguesa ou europeia, é necessário ter um visto de trabalho. Agora, se você tiver cidadania europeia, precisa apenas comunicar a Câmara (prefeitura) da cidade onde irá morar.

Para trabalhar em Portugal, você pode solicitar o visto de trabalho, o visto de empreendedor, o Startup Visa ou o Golden Visa.

Todos esses vistos dão direito a trabalhar em Portugal, mas cada um deles tem seus pré-requisitos. É possível também trabalhar com o visto de estudante, mediante a autorização do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF). 

Profissões mais bem pagas para trabalhar em Portugal

O ideal é que você trabalhe em uma das profissões mais bem pagas em Portugal, como por exemplo:

  • Tecnologia;
  • Marketing;
  • Medicina;
  • Direito;
  • Engenharia;
  • Turismo.

Melhores sites de emprego

A melhor maneira de encontrar vagas de emprego, é fazendo uma busca nos sites de emprego em Portugal:

  • Sapo empregos;
  • Net-empregos;
  • Indeed;
  • CareerJet.

Vantagens de trabalhar em Portugal

  • Ter uma experiência internacional no seu currículo;
  • Trabalhar com pessoas do mundo todo;
  • Receber em euros;
  • Garantir seu direito a uma autorização de residência e com 5 anos de trabalho legalizado pode pedir nacionalidade europeia;
  • Caso você esteja trabalhando com contrato, receberá 14 salários anuais;
  • Abre portas para trabalhar no mercado europeu: é mais fácil conseguir uma vaga em outros países da Europa.

Desvantagens de trabalhar em Portugal

  • Os salários são mais baixos do que na maior parte dos países europeus;
  • É preciso persistir para conseguir uma vaga na sua área de atuação;
  • É preciso entender das leis trabalhistas em Portugal, que são diferentes das brasileiras.
  • Dependendo da área de atuação é preciso validar diploma, se escrever em sindicatos ou ordem da sua profissão;
  • Retirar o NISS (Número de Identificação da Segurança Social) é um processo lento e muitas vezes o trabalhador fica com o contrato em espera para assinar até que a Segurança Social liberte o número.

Veja aqui outros países para você trabalhar.

Deixe uma resposta