Opções para você morar fora – Parte 3

7)  Através de Imigração qualificada 

Existem países onde há falta de profissionais em algumas áreas e o próprio governo do país desenvolve programas para atrair imigração qualificada. Nesse esquema, caso aceito, o estrangeiro ganha um visto de residência e pode trabalhar e viver legalmente. A ideia é que o imigrante fique por lá a longo prazo para contribuir com país!

Assim como nas opções acima, o processo não é fácil, mas já conheci muita gente que fez e deu certo. Ele funciona através de pontos por categorias e quanto mais pontos você tiver, mais chances tem de ser aceito.

E quais as categorias que dão pontos?

  • Ter faculdade
  • Experiência de trabalho na área de formação
  • Ser formado em uma área de demanda
  • Falar a língua local (notas mínimas no TOEFL ou IELTS para Inglês)
  • Quanto mais jovem melhor
  • E outras características….

Isso não significa que se você não tiver um dos itens acima não será aceito. Como falei, é por acúmulo de pontos e você precisa de um mínimo de pontos dependendo de cada país. Recomendo que visite o site do consulado ou embaixada do país de escolha para ver quais são as etapas e necessidades mínimas.

Alguns países conhecidos com programas de imigração qualificada são:

Prós:

  • As vagas de trabalho no novo país são geralmente para profissionais e pagam bem (já que você é um trabalhador qualificado)
  • Você será capaz de trabalhar legalmente
  • Você poderá aplicar para a cidadania (depois de alguns anos)

Contras:

  • Você precisa ter uma habilidades específica que tenha demanda para poder ser aceito
  • É um processo longo e difícil
  • Há uma preferência por pessoas mais jovens

8)  Torne-se um nômade digital (tenha localidade de residência independente)

Ser nômade digital está virando uma febre pelo mundo. Mais e mais pessoas trabalham de casa via seus computadores e assim não precisam ir ao escritório. E se você não precisa ir ao escritório, por que precisa morar na mesma cidade do seu trabalho ou até mesmo no mesmo país?

Então é normal hoje em dia você ir para uma praia na Tailândia e ver o pessoal trabalhando de frente para o mar em seus computadores a milhares de quilômetros de seu país de origem. Isso é o escritório deles!

Obviamente não é todo tipo de trabalho que pode ser executado remotamente assim, mas a lista está aumentando…

  • Webmaster
  • Blogger
  • Tradutor
  • Escritor
  • Fotógrafo
  • Tutor online
  • Técnico de TI e por aí vai…

Então essa opção não te impede de continuar ganhando dinheiro com o seu trabalho e viajar pelo mundo ao mesmo tempo. Obviamente é preciso muita dedicação e disciplina pois você não pode passar o dia inteiro passeando. Tem que trabalhar no computador. Mas isso não impede que ao final do dia, ao invés a aturar o trânsito de São Paulo, você vá passear pelas ruas de Budapeste ou pelas montanhas do Cáucaso. Além disso, você é o seu próprio patrão!

Mais aí você pode me dizer: “ah, mais ficar em hotel é muito caro, não tem como bancar isso com o meu trabalho!”

Acredite, há pequenos hotéis, albergues, pensões e outras formas de moradia pelo mundo onde você gastaria uma fração do que você gasta por mês em uma cidade grande do Brasil.

Você pode ler mais sobre isso na minha página sobre acomodação.

Prós:

  • Você é completamente independente de moradia…. você pode viver onde quiser!
  • Você escolhe suas próprias horas de trabalho
  • Você é seu próprio patrão
  • Pode tirar dias de folga quando quiser (mais ou menos)
  • Imensa sensação de liberdade

Contras:

  • Você precisa ter um emprego on-line com o qual você realmente possa fazer dinheiro
  • Você precisa estar em algum lugar que tenha internet
  • Dependendo do trabalho, você pode acabar trabalhando muito mais do que tempo integral (como este blog, por exemplo … você se surpreenderia com quanto tempo nós nos dedicamos a nele!)
  • Você precisa ser extremamente organizado, disciplinado, e ser capaz de resolver problemas sozinhos (não tem mais chefe te dizendo o que fazer)

Formas de viver no exterior (muito baratas ou quase de graça) sem ganhar dinheiro

   9)  Viaje com acomodação grátis

Falando em acomodação. Talvez você não consiga um trabalho por dinheiro no exterior. Talvez você nem consiga trabalhar em troca de comida ou moradia, mas não é tão difícil assim de se arranjar um lugar de graça para dormir pelo mundo.

Existem alguns sites onde você encontra pessoas que estão dispostas a acomodar pessoas de graça pela simples razão de ajudar ou conhecer outras pessoas de outros países. Sendo assim, você pode passar anos viajando pelo mundo a um valor extremamente baixo.

Eis os sites onde você pode arranjar acomodação de graça pelo mundo: 

O site abaixo é mais voltado para trocas de moradia pelo mundo, onde você aceita alguém do exterior na sua casa e fica na casa dele por um certo período. 

https://www.stay4free.com

Nesses sites abaixo, você fica de graça em casas pelo mundo para tomar conta delas enquanto os donos estão viajando ou para tomar conta de seus animais de estimação.

https://www.trustedhousesitters.com

https://www.housecarers.com

https://www.mindmyhouse.com

 Apesar do Couchsurf ser uma opção de acomodação de período curto, não custa dar uma olhada. Eu explico exatamente como o Couchsurf funciona nessa página.

https://www.couchsurfing.com

 Prós:

  • Opções disponíveis em todo o mundo para todas as durações possíveis
  • Pode viver como um local e ainda ter o seu próprio espaço
  • Ter a sua própria cozinha e lavandaria (algo que você pode não encontrar em todos os albergues)

Contras: 

  • Pode não ser capaz de encontrar o que você quer quando você quiser
  • Você será responsável por cuidar da casa e animais de estimação se esse é o acordo
  • Não é possível sair quando quiser …. você fez um compromisso com os donos da casa

*Matéria originalmente postada por: outofyourcomfortzone.net

Deixe uma resposta