Icote: o site para quem quer saber um pouco mais sobre trabalho no exterior

Encontramos um site especializado em trabalhar no exterior. Confira um pouco mais sobre.

O site

Com uma equipe de mais de 5 pessoas, o site Icote disponibiliza uma lista com vários países e  dentro de cada link, de cada país, uma outra lista com todas as fontes que você deve se informar ao querer trabalhar e ter uma experiência no exterior.

Testemunhos

Além disso, você ainda confere entrevistas que eles fizeram com vários habitantes de vários países com seus testemunhos sobre a experiência  naquele local

“O ICote pretende dar a conhecer a experiência de vários dos nossos utilizadores espalhados um pouco por todo o mundo. Regularmente iremos publicar diversas entrevistas de forma a conhecer várias experiências, vários pontos de vistas, contacto com novas culturas e novas formas de trabalhar.”

Notícias

Em outra janela do site você confere notícias sobre emprego no exterior, em diversos países.

Ex:

Empresas

Em outra categoria, o site categorizou áreas de emprego com empresas contratantes em cada país, para facilitar uma procura rápida sobre oportunidades no mercado de trabalho.

“Procura emprego na empresa que desejas na tua área de formação e/ou experiência. Encontra o teu trabalho de sonho com a nossa base de dados com as melhores empresas em cada área. Vamos atualizando sempre que possível com mais e melhores empresas para ti!”

Países e oportunidades

Para você, que gostou dessa ferramenta, mas ainda não sabe muito bem quais os melhores locais com as melhores ofertas de emprego, nós listamos países para quem quer trabalhar no exterior.

Trabalhar em Luxemburgo

Um país bem pequeno, situado na Europa. Tem uma das menores taxas de desemprego do mundo, ou seja, é um bom país para tentar a vida. Porém, como em qualquer outro país onde a língua oficial não seja o português, esse pode ser um grande obstáculo na hora de encontrar um emprego. As línguas faladas em Luxemburgo são Francês, Alemão e Luxemburguês.

Melhores áreas para trabalhar

As áreas de serviços comerciais, financeiros, saúde, construção, comunicação e transporte são as com mais oportunidades de emprego no país, principalmente para estrangeiros.

Vale a pena?

O Luxemburgo é um dos melhores países para trabalhar no mundo. Ele está bem localizado, no centro da Europa, os salários são muito elevados, é muito seguro e é multi-cultural, pois existem muitos emigrantes.

Trabalhar na Austrália

A Austrália é uma boa opção para aqueles que sabem falar inglês, e lá, quanto mais avançado for o seu nível de inglês, mais fácil será encontrar um emprego com um maior salário.

Experimente cidades pequenas

A escolha de cidade para viver também é um importante decisão quando for se mudar para a Austrália, pois se ficar nas grandes cidades, o custo de vida será muito alto, e a concorrência pelas vagas de emprego será maior. Por isso uma dica é escolher uma cidade menor.

Trabalhar na Holanda

A Holanda também é um país que chama a atenção quando se fala em melhor país para trabalhar, pois possui um índice de desemprego baixo, e salários bons. Além disso, é possível encontrar trabalho na Holanda falando somente Inglês, apesar de ser importante aprender a língua do país (holandês), uma vez que você pretenda se mudar para lá.

Fonte: Vortex Magazine

Trabalhar na Noruega

A Noruega também é um país que chama a atenção quando fala-se em melhor país para trabalhar. Não é à toa que “roubou” o lugar da Dinamarca como país mais feliz do mundo. Baixo índice de desemprego, bons salários, boa qualidade de vida, segurança e bons serviços de saúde.

Nem são precisos mais argumentos para convencer alguém a querer se mudar para a Noruega. Mas como nem tudo são flores, além de saber falar inglês, os empregadores valorizam mais aqueles que sabem falar norueguês ou alguma língua escandinava, por isso, se o seu objetivo for mudar para a Noruega, corra atrás disso!

Melhores áreas profissionais na Noruega

As áreas mais atrativas para a Noruega são turismo, direito, finanças, administração, vendas, saúde, TI e segurança.

 

 

 

 

Deixe uma resposta