5 motivos para você estudar e trabalhar no exterior

Construímos nossa história com experiências. Pessoas, viagens e negócios tecem a colcha da nossa vida e não há coisa mais gratificante do que ampliar os nossos horizontes e colocar nossa mente fora da caixa.

Uma das melhores maneiras de conseguir isso é fazer um intercâmbio, considerando sua importância na atualidade, ou realmente deixar a terra natal. Estudando ou trabalhando, conviver com a diversidade de linguagens e culturas proporciona um enriquecimento pessoal único.

1. Viver a diversidade

Quando se mora em um país diferente do seu, principalmente em destinos muito procurados por intercambistas ou que estimulam a imigração para profissionais, convive-se intensamente com a diversidade.

Ao redor do mundo, pessoas fazem coisas das maneiras mais diversas, e trabalhar e estudar no exterior permite que você expanda os seus conhecimentos, aprenda novos fazeres e também a respeitar e tolerar diferenças. É uma evolução pessoal significativa.

Além disso, o multiculturalismo tem reflexo em muitas coisas do cotidiano, por exemplo, variedade gastronômica, muitos estilos de moda e vestuário, mistura de gêneros musicais de lugares diversos.

Será bem mais difícil ficar entediado ou cansado de ir sempre naquele mesmo restaurante, não é? E o melhor de tudo: se a saudade do Brasil bater, dá para encontrar uma pedacinho dele onde quer que esteja.

2. Descobrir novos talentos

Muitas vezes, custamos a sair da nossa zona de conforto. Construímos uma carreira, um plano e nunca nos perguntamos: o que mais eu saberia fazer?

Ao estudar e trabalhar em outro país, a necessidade de se desafiar é constante. Pode ser que, em um primeiro momento, você não consiga atuar em sua área profissional ou mesmo consiga uma vaga exatamente para aquele curso que desejava.

Por isso, buscar outras áreas de atuação e conhecimento é uma dupla vantagem. Você tem mais chances de conseguir um trabalho e ainda pode aprender coisas novas. Começar “do zero” em alguma coisa pode ser exatamente o que você precisava para dar uma guinada na sua vida, profissional ou estudantil.

3. Construir network

Uma das coisas que temos de mais valiosas na vida são os contatos. Conhecer pessoas influentes em diversos ramos pode abrir portas. Se você estiver em um país que costuma receber muitos imigrantes, sua rede de contatos pode ser ampliada de modo muito mais rápido e com mais qualidade, inclusive criando oportunidades para viagens futuras e vagas de emprego.

Uma rede de contatos sólida e multicultural pode projetar seus estudos e sua carreira para lugares que você nem imaginou, afinal, sempre “alguém conhece alguém” que precisa de um profissional da sua área, não é mesmo?

4. Aumentar sua renda

Quem opta por destinos que permitem o estudo e o trabalho, como a Austrália, por exemplo, tem a oportunidade de aumentar os ganhos financeiros, pois além de bancar os gastos onde você mora, é possível o envio de moeda estrangeira para o Brasil. Dependendo do câmbio e da valorização da moeda, dá para transformar essa renda em outra viagem.

Se você é estudante, um trabalho de meio período é uma ótima forma de conseguir um dinheirinho extra para custear o seu lazer sem comprometer o orçamento do seu intercâmbio. Mas fique atento às permissões e às cargas horárias de trabalho do país, para não ter problemas legais que atrapalhem sua estadia.

5. Valorizar o currículo

Uma experiência no exterior será um peso considerável em seu currículo quando você retornar ao país natal. Ser bem-sucedido em empresas estrangeiras põe em evidência seu talento e competência, mais ainda se o trabalho realizado for em sua área de atuação, o que causa uma boa aceleração rumo aos seus objetivos profissionais.

Os estudos também são enriquecedores, principalmente em instituições renomadas ou de referência para a sua profissão. Por vezes, uma pós-graduação em outro país pode ser o diferencial na disputa por uma vaga de emprego.

Fonte original da matéria: australiancentre

Deixe uma resposta