Dicas para quem quer morar fora

Quando resolvemos que é hora de mudar de país e começar uma vida com a família no exterior, é preciso decidir o país para morar. Uma escolha muito importante e que pode ser o fator decisivo para o sucesso dessa vida no exterior. Pensando nisso, preparamos uma lista com o que você deve considerar e planejar antes de tomar qualquer decisão.

Fonte:
pixabay.com

O que ter em conta para decidir onde morar no exterior:


Perfil da família


O fator mais importante para decidir o país para morar é analisar o perfil da sua família. Vocês gostam de frio? Estão preparados para baixas temperaturas? Para chuva, neve? Para enfrentar o novo e recomeçar a vida?

Pesquise muito antes de planejar uma mudança para fora do país. Morar fora é muito bom, mas nem sempre tudo acontece da melhor maneira. A família precisa estar em sintonia, o casal precisa se entender e pensar parecido.

Custo de vida

O custo de vida e o fator financeiro são extremamente importantes na hora de decidir o país para morar fora. Faça um planejamento financeiro, junte dinheiro para a mudança, compre as passagens aéreas e tente ter uma boa reserva para os primeiros meses no novo país.

É preciso juntar dinheiro

Mudar de país contando moedas não costuma ser uma decisão muito inteligente. Você terá todo o estresse e ansiedade da mudança, do desconhecido, da nova cultura, língua e ainda precisará fazer a conversão da moeda a cada segundo? Sinceramente, isso pode ser um grande problema.

Ter dinheiro suficiente para começar a nova vida é fundamental, principalmente em família e com filhos pequenos. Por isso, pesquise muito sobre o custo de vida no novo país e guarde dinheiro para uma mudança mais tranquila.

Qualidade de vida

Ao escolher um país para morar fora, pesquise sobre a qualidade de vida no lugar, os índices de felicidade dos moradores, o clima, a aceitação aos imigrantes e etc. Participe de fóruns de brasileiros nas redes sociais e leia o depoimento de quem já mora lá. Estar preparado para o que vai vir é fundamental.

Dificuldade de adaptação

Tenha em conta que o processo de adaptação leva um bom tempo e que, como tudo na vida, haverá empecilhos, dias ruins e dias bons. Estar preparado emocionalmente é muito importante, assim como ter a família unida.

A adaptação em um novo país pode levar um mês, seis meses ou até mais. Tudo depende da maneira como você vê e encara a vida, da facilidade em fazer amizades e da humildade de começar do zero, sem ninguém conhecer seu passado e quem você é.

Salários

Os salários no novo país também são importantes. Pesquise qual a média salarial da sua profissão antes de decidir o país para morar e veja se conseguirá manter a família e pagar todas as contas. Saiba como é possível trabalhar no exterior.

Segurança

Verifique os índices de violência no país, número de homicídios, roubos, etc. Com certeza, países da Europa são mais seguros que o Brasil. Mesmo assim, se seu destino for diferente, pesquise bastante sobre a segurança no país, cidade e bairro em que irá morar.

Língua

Você domina a língua falada no país? Ainda não? Então quem sabe o melhor seja fazer um curso de idiomas antes, estudar bastante e ir mais preparado.

A língua pode ser um fator determinante na sua adaptação (ou não) no novo país. Outra dica é conviver com pessoas locais e não apenas com brasileiros. Dessa forma, você pode treinar o idioma e aprender muito mais rápido.

Educação

Se você está decidindo o país para morar com filhos, precisa se informar sobre a educação no país. Ela é gratuita? Paga? Há vagas? Pesquise sobre o mês de início do ano letivo, das escolas e opções em cada cidade que você cogita morar. Descubra sobre como é o sistema de ensino em Portugal.

Saúde

A saúde no novo país é gratuita ou paga? Esse fator pode ser muito importante no seu orçamento familiar. Por isso, pesquise os custos com a saúde e se é necessário/obrigatório ter um plano ou seguro de saúde.

Os melhores países para morar na Europa para brasileiros

Os brasileiros que sonham em morar na Europa e precisam decidir o país para morar devem pesquisar as opções de visto para o país, o perfil da família e todos os itens que listamos acima. Entretanto, criamos uma lista com os melhores países para morar na Europa, de acordo com rankings dos melhores países para viver e com o perfil dos brasileiros, confira:

  • Dinamarca
  • Noruega
  • Suécia
  • Finlândia
  • Suíça
  • Holanda
  • Alemanha
  • Áustria
  • Luxemburgo
  • Reino Unido
  • França
  • Portugal
  • Espanha

*Fonte original da matéria: eurodicas

Deixe uma resposta