O que fazer em Chicago

Assim como outros grandes destinos, Chicago possui uma oportunidade legal de conhecer ótimas atrações: o CityPASS. Nós utilizamos ele para conhecer 4 atrações muito boas: o Shedd Aquarium, Chicago 360, Field Museum e o Skydeck/Willis Tower.

1 – Millennium Park

Se alguém foi pra Chicago, tem foto no Millennium Park. É lá que fica o famoso “Feijão” (The Bean), ou Cloud Gate que é o nome correto da obra. É uma obra de arte impressionante pela grandiosidade e perfeição. A sugestão é tentar acordar bem cedo algum dia e chegar lá antes das 7h. Você terá fotos sem a multidão que concorre por um espaço perto dele.

Mas o Millennium Park é muito mais que isso. Lá você tem a oportunidade de assistir apresentações no incrível Pritzker Pavillion, que um espaço de shows, teatro e cinema. Outra obra interessante é o The Crown Fountain, que são dois paredões com fontes de água. Esses paredões possuem uma face de tijolos de vidro com telões que mostram rostos de moradores locais em interação com a obra (em alguns momentos a água sai da boca da pessoa). Fora isso, é um local com estrutura como banheiros, alguns restaurantes e os belos jardins do parque proporcionam uma ótima visita.

2 – Navy Pier

Como nessa cidade é fácil conhecer os atrativos, pois quase tudo fica próximo, não perca a oportunidade de conhecer o Navy Pier. É lá que está na famosa roda gigante, como parte de um pequeno, mas muito interessante parque diversões. Nesse píer, que já foi o maior do mundo, você encontra teatro, restaurantes, bares, Museu de Crianças, saídas para passeios de barcos e ótimos ângulos para fotos. Se a temperatura estiver boa, a dica é comprar uma das ótimas cervejas especiais e caminhar pelo píer.

3 – Skydeck/Willis Tower

A Willis Tower (antiga Sears Tower) é visita obrigatória. Esse foi o prédio mais alto do mundo por 24 anos. É lá que está o famoso Skydeck, que são plataformas (cubos) de vidro pra fora do edifício. O prédio tem 44 anos, com 108 andares e 527 metros de altura com sua antena. Os números são absurdamente grandes e o passeio vale a pena. Você vê a cidade toda e diz a lenda que se o céu estiver bem limpo, você consegue enxergar o outro lado do Lago Michigan.

4 – Tour de Arquitetura pelo Chicago River

Faça também um passeio de barco no Chicago River. A impressionante arquitetura da cidade é vista de excelentes ângulos e você tem a oportunidade de ter uma aula sobre tudo que foi feito ali. Além disso, dá pra descobrir outros locais legais para ir depois a pé. Você vai ver partes bem legais da Riverwalk, as belas calçadas nas margens do rio.

Tem várias empresas que fazem o passeio e nós optamos pelo Tour da Fundação de Arquiteura. Compramos o ticket por esse link: Architecture.org. Ele tem duração de 1h30, e fica cerca de 54 dólares por pessoa

5 – Grant Park

Outro parque imperdível é o Grant Park. Em meio aos belíssimos jardins, está a Buckingham Fountain, um dos maiores chafarizes do mundo! Lembrando, que tudo que tem água em Chicago eles desligam no inverno (congela!). Esse chafariz é muito bonito, com inúmeras saídas de água. Ele fica numa praça bem grande com vista para os prédios e também para o Lago Michigan.

Outro ponto alto do Grant Park é a obra de arte Agora. Nela, uma artista polonesa projetou figuras humanas sem cabeças e sem braços. São 106 peças de ferro de 2,7 metros de altura e mais de 800 kg cada. A artista um dia explicou que simboliza seres humanos que não pensam, mas que “agem e odeiam” sob comando, fazendo uma alusão às guerras.

Fonte original da matéria: .tanaminharota.com.br

Deixe uma resposta