10 coisas que mudam para sempre depois de morar fora

Mudar para o exterior e começar do zero num país desconhecido é uma das experiências mais desafiadoras e, ao mesmo tempo, aterrorizantes. Conheça o que muda depois de você se mudar para fora. 

  1. O LAR É ONDE ESTÁ O CORAÇÃO

Quando mudar para o exterior, fará parte de um clube especial: você terá duas casas, duas línguas e dois tipos de moeda em sua carteira. Não vamos tão longe e dizer que terá duas personalidades mas, sem dúvida, fará parte de dois mundos – a sua velha e nova casa. Os dois mundos vão, com o passar do tempo, vão se tornar cada vez mais parecidos.

  1. IRÁ DAR MAIS VALOR AOS PRESENTINHOS

Apesar de ser possível encomendar tudo e mais um pouco pela internet, receber um pacote de mimos (uma caixa com guloseimas ou lembranças de sua família e amigos) é melhor que receber presente do papai noel. Claro que qualquer comida que venha no pacote te fará mil vezes melhor do que a comida que tem no seu novo país. Esse é o ponto em que tem que escolher a sua estratégia de ataque ao pacote de mimos: ou devora tudo de uma vez sem deixar rastros ou se torna um mestre em racionalizar e um gestor de prazos de validade para que cada item renda o máximo possível.

  1. AS DESPEDIDAS FICAM (UM POUCO) MAIS FÁCEIS

Apesar de ninguém ser bom em se despedir, com o tempo se torna um pouco mais fácil. Talvez porque saiba que poderá ir para casa e se enrolar num sofá que parece familiar – independentemente do local para o qual vá. Ou então já teve tantas despedidas que se acostumou a desligar o sentimentalismo porque sabe que assim como há um “Adeus” haverá também um “Olá”.

  1. AS AMIZADES SE INTENSIFICAM

Ao mudar-se para o exterior você tem que colocar uma grande extensão de água entre você e as pessoas queridas e isso é extremamente difícil. Aprenderá rapidamente quem são as pessoas que fazem o possível e o impossível para manter contato e quem são as pessoas que se desligam de você. Acaba sendo uma versão sentimental de selecionar as roupas que quer manter e aquelas que não te servem mais.

  1. OS DESAFIOS PARECEM DIFERENTES

Por ter que pagar contas, organizar sua bagunça e se recuperar de um resfriado desagradável sozinho, só porque irá passar um tempo outro país não quer dizer que os seus problemas vão desaparecer e que vai parecer tudo fácil. A fase de lua-de-mel vai passar – sempre e independentemente de onde está. Os seus amigos podem ter inveja da sua vida no exterior, mas eles não percebem que a grama do vizinho sempre parece mais verde.

  1. A CULPA NÃO DESAPARECE

Lembra da cara que a sua mãe fez quando soube que você não ia para casa para o almoço de domingo, mas você prometeu que iria na semana seguinte? Agora imagine essa mesma cara quando estiver tentando explicar que não vai para casa no Natal porque não conseguiu tirar férias (ou porque tem uma viagem com amigos e não tinha como dizer que não). Ah, e provavelmente não terá tempo para fazer uma visita até o verão. Vão existir viagens cheias de culpa – faça um esforço para focar em qualidade e não quantidade, verá que se torna mais fácil equilibrar tudo.

  1. O SHOW TEM QUE CONTINUAR

A vida é dura: coisas emocionantes acontecerão sem você – os seus amigos vão se casar, bebês irão nascer e festas imperdíveis irão acontecer. Provavelmente irá perder muitos destes eventos e só poderá vê-los através das redes sociais. É difícil de aceitar, mas – e pode ou não haver um lado positivo – os seus amigos vão sentir exatamente o mesmo quando virem as experiências fantásticas que você está vivendo.

  1. VERÁ A SUA CASA DE UMA NOVA FORMA

Você pode ter mudado para o exterior para fugir do clima ou por conta das ruas caóticas e movimentadas de sua cidade. No entanto, se você mostrar a uma pessoa de outro país como é o seu local, as fotos e descrições irão deixar a pessoa fascinada e interessada em conhecer. Ver essas novas perspectivas te farão valorizar sua cidade ou país e parar de reclamar tanto. A ausência faz com que o coração se torne mais caloroso e, possivelmente, mais patriota – especialmente quando tiver que torcer por um país diferente do seu num jogo de futebol.

  1. COMEÇARÁ A AGIR COMO UM MORADOR

Pouco a pouco você se tornará um morador. Comece aprendendo a língua local,fazendo um intercambio, mas saiba que isso vai muito além de compreender as conversas. No fim das contas, saberá quando ir ao mercado para fazer as melhores compras, você encontrará um café onde as pessoas saberão o que você quer antes mesmo de fazer o pedido e discutirá as próximas eleições com um conhecido no ônibus. Apesar de nunca se tornar tão local quanto alguém que nasceu nessa nova cidade, você irá assimilar e se pegar “fazendo o que os locais fazem” – fazer parte de uma nova cultura é uma experiência fantástica.

  1. CASA? CASA!

Vai ser difícil responder onde é a sua casa, visto que envolverá uma longa explicação (ver o item 1). Às vezes é realmente onde o coração está (ou onde está aquela pessoa por quem está caindo de amores). Outras vezes será onde passou a sua infância ou onde viveu durante um evento especial em sua vida. Para mim, lar é onde o notebook se conecta ao WiFi automaticamente.

Deixe uma resposta