Trabalhar no Exterior

Como trabalhar com TI no exterior em 2021

Gabrielly Damasceno Araujo
Escrito por Gabrielly Damasceno Araujo em 18 de fevereiro de 2021

Já pensou em exercer seu ofício de TI na Europa ou até mesmo na América do Norte? Pois isso é possível graças a algumas técnicas que vamos ensinar a vocês até o final desse post. Basta acompanhar tudo e por em prática!

Fonte: Google Imagens

Atualmente, os profissionais de Tecnologia da Informação estão sendo bastante requisitados fora do Brasil, e com salários acima da média. Se você faz parte desse grupo e quer expandir seus horizontes, se liga nas dicas a seguir:

Onde procurar as vagas

A dúvida de muitos brasileiros é: como eu faço pra mandar meu currículo e achar as vagas disponíveis? O primeiro passo é criar uma conta em inglês no Linkedin com todas as suas informações. Como o inglês é uma língua universal, principalmente nessa área de tecnologia, manter o seu perfil na rede social com esse idioma vai expandir suas chances de conseguir uma oportunidade no exterior.

Além disso, é essencial ter um currículo em PDF, também em inglês, para encaminhar para vagas de trabalho que possam surgir no seu Linkedin. Após isso, você precisa escolher os países onde quer trabalhar para começar a verificar e se candidatar as vagas.

Alguns países são melhores que outros para brasileiros, veja a matéria: 5 países fácies para brasileiros trabalharem que pode te ajudar a tomar essa decisão.

A dica é prestar bastante atenção na descrição da vaga de trabalho que você quer aplicar. Se é uma empresa que costuma contratar estrangeiros, se ela realmente fala inglês, quais são as exigências para a vaga, o que os empregados tem a dizer sobre o trabalho.

Tudo isso precisa ser verificado antes da sua candidatura. Além disso, outros fatores precisam ser levados em consideração, como documentação e seu processo de mudança para o país de destino.

Processo

O primeiro contato pode ser feito através de e-mail ou pelo próprio chat no Linkedin. É importante você já ter trabalhado como TI para falar com mais precisão e demostrar que tem experiência na área.

O processo começa com a entrevista, que ocorre por vídeo chamada, e caso o RH da empresa goste de você, começa o processo seletivo que geralmente conta com testes.

Se você passar no teste exigido, alguém da empresa (não mais o recrutador) entra em contato para conversar sobre a prova que você fez e conferir se você realmente está apto para exercer suas funções.

A última parte seria uma entrevista com o dono ou gerente da Instituição, para avaliar se vale a pena ou não efetivar sua contratação. É nessa parte que você recebe a proposta com todos os detalhes da empresa (horário, salário, benefício, função, entre outros).

Com tudo combinado, o processo de obtenção de visto começa. A própria empresa envia para a embaixada alguns documentos para dar início ao seu visto de trabalho, enquanto você, aqui no Brasil, também acelera as documentações necessárias.

Programador

Se você é TI mas tem especialização com programação, então assista a esses vídeos do canal Progamador Br com mais dicas fundamentais para você trabalhar no exterior:

Como um programador pode ir morar no Canadá
Como se preparar para um emprego de programador no exterior

Muitos conhecidos conseguiram jobs com essas dicas que passamos para vocês. Ficou com alguma dúvida? Então deixe nos comentários que vamos te ajudar. Nós, do Meu Intercâmbio, desejos sorte nessa caminhada!

Até a próxima pauta pessoal 🙂

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Quem Somos

“Somos um site pra você chamar de seu.

O Meu Intercambio é o seu lugar de saber mais sobre a vida no exterior e também compartilhar vivências da sua viagem.

Torne o seu sonho realidade e viva sem fronteiras.”