Dicas

O que fazer para morar em Singapura

Daniella Magalhães
Escrito por Daniella Magalhães em 19 de abril de 2020

As tecnologias, economia estável e a enriquecida cultura de Singapura atraem novos moradores para o país. Saiba o que fazer para morar no local!

A Singapura

Singapura tem se tornado um país cada vez mais procurado para morar e trabalhar, por ter tecnologias bem desenvolvidas, uma cultura diversa e uma economia estável. Entre os países asiáticos, é o que apresenta o maior IDH, e além disso, esteve em 9° posição no ranking mundial de 2014.

O país localizado no Sudeste Asiático faz fronteira com a Malásia e as Ilhas Riau (Indonésia) e é formado por um conjunto de ilhas. Ele tem 721.5 km² de extensão, e grande parte do seu território é urbanizado, embora metade dele também seja coberto por vegetação.

A língua

Grande parte da população que habita o país é estrangeira, sendo em sua maioria chineses, malaios e indianos

Singapura apresenta, então, 4 línguas oficiais: Inglês, Malaio, Mandarim e Tâmil. O inglês é a principal língua do país, utilizado em todos os documentos oficiais do governo, incluindo a Constituição e as leis, por exemplo. 

A maioria dos singapurenses é bilíngue, falando o inglês e sua língua materna. Embora seja a língua mais falada do país, cerca de 20% deles não sabe ler nem escrever em inglês. 

O clima

De acordo com o site Weather Spark, em Singapura “o verão é quente; o inverno é curto, morno e de ventos fortes. Durante o ano inteiro, o tempo é opressivo, com precipitação e de céu encoberto. Ao longo do ano, em geral a temperatura varia de 25 °C a 32 °C e raramente é inferior a 24 °C ou superior a 33 °C.”

Vistos

Se você pretende passar um período inferior ou igual a 30 dias no país, não precisa de um visto para entrar nele. Mesmo assim, precisa dos documentos a seguir:

A permissão de residência será adquirida se o estrangeiro for cônjuge/ filho/ pai de um cidadão singapuriano, se ele entrar como investidor, ou trabalhar para um empresa instalada no país.

Este visto custa 130 dólares singapurianos (considerando a permissão de entrada mais a taxa para retirada do visto) e a taxa de reentrada no país é de S$10 por ano.

Estudantes

Se você for um estudante, precisa ser registrado pelo local onde irá estudar antes de requerer seu Student Pass, a permissão para que more e estude no país. Com o número que te será fornecido, você deverá preencher o formulário eForm 16, para pedido de visto.

De acordo com o Já Fez as Malas, “Depois desse processo, o estrangeiro deve ter uma cópia impressa do formulário preenchido. O custo para emissão do Student’s Pass nesse caso é de S$30 para taxa de processamento e S$60 para a emissão do documento.”

Trabalho

Se o seu caso é de trabalho, deve ter os documentos abaixo para solicitar seu visto. 

  • Passaporte válido
  • Cartão de identidade
  • Passe de trabalho (Employment Pass ou S Pass)
  • Certificados e diplomas universitários
  • Certidão de casamento (caso tenha cônjuge)
  • Certidão de nascimento
  • Referências de antigos empregadores com a duração do último trabalho e último salário

O site também explica os três tipos de visto para “quem ganha um salário base de S$2.500 ou menos; quem ganha mais de S$2 mil e menos de S$3 mil e os que ganham acima de S$3 mil. Os funcionários com a faixa mais baixa de salário têm o Work Permit (Permissão de Trabalho). O S Pass é concedido para nível médio de qualificação. Já o Employment Pass é destinado a profissionais altamente qualificados.”

Fonte: Já Fez as Malas

E aí? Ficou por dentro de tudo? Saiba como morar em outros país clicando aqui!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Quem Somos

“Somos um site pra você chamar de seu.

O Meu Intercambio é o seu lugar de saber mais sobre a vida no exterior e também compartilhar vivências da sua viagem.

Torne o seu sonho realidade e viva sem fronteiras.”