Estudar Fora

Faça intercâmbio na Mongólia e aprenda uma nova língua

Nice Lira
Escrito por Nice Lira em 19 de janeiro de 2020

Você já pensou em conhecer uma nova língua e cultura? Para isso é importante se jogar pelo mundo e apostar em novas experiências, fazer um intercâmbio na Mongólia pode ser uma opção pra quem não tem medo de se aventurar.

Hoje o Meu Intercâmbio traz para você informações do que é preciso para conhecer e estudar na Mongólia por um curto período. Fique ligado nas nossas dicas, pegue um caderno e anote cada detalhe.

A Mongólia é um país que faz parte da Ásia e é considerado pouco povoado em relação a sua densidade demográfica. O país enfrenta dificuldades econômicas, mas é um ótimo local para novos aprendizados.

O que é preciso para fazer intercâmbio na Mongólia

Para o estudante que vai para Mongólia, é preciso ter o passaporte com no mínimo seis meses de validade e pelo menos uma folha em branco. Para entrar no país e permanecer por pelo menos 90 dias é o visto não é necessário.

Pra quem quer ficar mais de 30 dias no país deve se registrar junto à Agência de Imigração da Mongólia, dentro de 7 dias da entrada no país e apresentar os seguintes documentos para esse registro:

  • Pedido de registro feito pela organização ou indivíduo que convidou o cidadão estrangeiro;
  • Passaporte ou documento equivalente válido;
  • 01 foto 3×4
  • Formulário de pedido de registro preenchido; 
  • Pagamento de taxa de 2000 tugriks.

Cidadãos que desejam trabalhar ou estudar na Mongólia devem solicitar o visto adequado a uma Representação diplomática da Mongólia no exterior. Tais vistos não podem ser solicitados por cidadãos que já estejam diretamente no país. 

Informações Importantes

A língua oficial da Mongólia é o Mongol, uma das dez línguas mais difíceis de aprender,  portanto é importante ir para o país já em contato com um guia que fale o inglês. Na Mongólia não há Embaixada brasileira, por isso ter o contato da Embaixada do Brasil em Pequim é a melhor opção para se precaver.

A quantidade de brasileiros na Mongólia é pequena e a maioria vive na capital do país, Ulan Bator. A segurança pública no local está entre as melhores no índice mundial, mas deve-se ter uma atenção com pequenos furtos.

Para informações sobre o Ciências sem Fronteiras (clique aqui). Para demais informações consulte o site do Portal Consular.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Quem Somos

“Somos um site pra você chamar de seu.

O Meu Intercambio é o seu lugar de saber mais sobre a vida no exterior e também compartilhar vivências da sua viagem.

Torne o seu sonho realidade e viva sem fronteiras.”