Descubra quais os destinos mais procurados para um intercâmbio na Europa

Os brasileiros cada vez mais alimentam o sonho de fazer um intercâmbio na Europa e são várias as agências que atuam no mercado para facilitar a vida dos estudantes, mas decidir quanto ao lugar e os custos com a viagem deve sempre envolver uma pesquisa.

Antes de qualquer coisa, é necessário se preocupar com os gastos iniciais, são eles:

  • Passaporte – para quem ainda não tem o documento;
  • Vistos – para os lugares que exigem o mesmo;
  • Passagens aéreas.

Para ajudar você a decidir qual será o destino ideal, vamos falar um pouco dos países mais procurados pelos brasileiros para fazer intercâmbio na Europa.

Irlanda

A Irlanda é de longe o lugar mais procurado pelos estudantes brasileiros para fazer intercâmbio na Europa.

Provavelmente isso acontece porque o país tem o menor custo para estudos durante um ano.

E até quando o assunto é diversão, a Irlanda também parece ser uma ótima opção, já que existem inúmero pubs, baladas e museus com entrada gratuita.

A Irlanda também é um dos poucos lugares onde os estudantes podem trabalhar legalmente na Europa.

Além disso, o estudante pode permanecer no país por até 2 anos, e renovar o visto 2 vezes.

Custos:
Passagem aérea de ida e volta: Em média R$ 3.000,00
Hospedagem: Cerca de 3.878,70 por mês, se optar por acomodações mais simples, esse valor pode cair para R$ 992,70.
Alimentação: Cerca de R$ 3.720,90 por mês, mas é possível diminuir para R$ 2.350,50.
Transporte: Cerca de R$ 396,68 mensal, mas na Irlanda é comum os intercambistas optarem por uma bicicleta.
Curso de inglês de 24 semanas: Em média R$12.000,00
Os valores podem sofrer alterações, de acordo com a cotação atual da moeda.

Documentação:

O processo para entrada de intercambistas na Irlanda, é diferente dos demais países.

Esqueça as entrevistas e os formulários, caso o seu intercâmbio tiver duração de até três meses, os únicos documentos que você vai precisar, são:

  • Passaporte: com validade que cubra o prazo da viagem;
  • Carta da escola, com curso de carga mínima semanal de 15h/aula por semana;
  • Comprovante de hospedagem para o período;
  • Ter um seguro governamental ou privado de uma empresa da Irlanda;
  • € 500 para cada mês comprovados em extrato de uma conta em banco irlandês;
  • Passagem de ida e volta.

Sobretudo se seu curso tiver duração de mais de três meses, além dos documentos acima, você também irá precisar:

  • O valor de 300 euros pelo registro GNIB (que pode ser pago com cartão de crédito/débito ou por boleto bancário);
  • € 3000 comprovados em extrato de uma conta em banco na Irlanda – valor considerado mínimo para se manter no país durante um período de seis meses, segundo o Governo Irlandês.

Inglaterra

A terra da rainha também está entre um dos destinos mais procurados pelos brasileiros para fazer intercâmbio na Europa.

Os valores para intercambistas no país são bem atrativos e, assim como na Irlanda, existe um grande número de atrações ao ar livre e baladas e pubs com entrada gratuita, o que diminui o custo de vida no país.

Além disso, ensino é acessível tanto aos para europeus quanto para turistas.

Os cursos são de excelente qualidade e bastante competitivos entre si.

Portanto, na Inglaterra, você tem a enorme vantagem de estar cercado por uma enorme diversidade cultural, em um lugar que consegue ser histórico e moderno ao mesmo tempo.

Custos:
Passagem aérea de ida e volta: Em média R$ 3.743,00
Hospedagem: Cerca de R$ 3.262,80 por mês. Se optar por acomodações mais simples, esse valor pode cair para R$ 1.039,20.
Alimentação: Cerca de R$ 4.368,60 por mês, mas é possível diminuir para R$ 2.770,50.
Transporte: Cerca de R$ 561,14 mensais
Curso de inglês de 24 semanas: Em média R$ 14.670,28

Os valores podem sofrer alterações, de acordo com a cotação atual da moeda.

Documentação:

Brasileiros que viajam à Inglaterra para turismo ou estudos por um período de até seis meses não precisam de visto.

Para entrar no país é necessário apenas que você apresente os seguintes documentos:

  • Passaporte com validade que cubra o prazo da viagem;
  • Passagem de ida e volta;
  • Comprovação de hospedagem para o período;
  • Comprovante de vínculos com o Brasil, tais como, matrícula em faculdade, carta da empresa onde trabalha, bens materiais em seu nome, entre outros.

Se seu curso tiver duração maior que seis meses, você precisará solicitar o visto de estudante.

Nesse caso, além dos documentos já citados, será necessário também:

  • £ 800 para cada mês comprovados em extrato;
  • Carta de aceitação da escola, com curso de carga mínima semanal de 15h/aula por semana;
  • Certificado de proficiência em inglês;
  • Criar uma conta no site e preencher o formulário em inglês;
  • Pagar a taxa da inscrição e levar ao consulado britânico mais próximo.

Espanha

A Espanha é o destino preferido de quem quer aprender espanhol e Barcelona é o lugar preferido dos estudantes.

A cidade de Barcelona é agitada, jovem e com vida noturna intensa.

Além disso, o clima é descontraído durante todo o ano e graças às praias do lugar, o verão é sempre inesquecível.

A parte cultural também não fica para trás, são museus e galerias espalhadas por toda cidade, o que torna Barcelona bastante atrativa para uma caminhada.

O transporte público também é bastante eficiente e o custo de vida costuma ser mais baixo do que em Londres ou na Inglaterra, por exemplo.

Custos:
Passagem aérea de ida e volta: Em média R$ 3.779,00
Hospedagem: Cerca de R$ 3.726,30 por mês. Se optar por acomodações mais simples, esse valor pode cair para R$ 903,90.
Alimentação: Cerca de R$ 3.401,40 por mês, mas é possível diminuir para R$ 2.353,80.
Transporte: Cerca de R$ 431,43 mensais
Os valores podem sofrer alterações, de acordo com a cotação atual da moeda.

Documentação:

Assim como na Irlanda, para estudar na Espanha por até 90 dias, não é necessário visto. Mas serão exigidos os seguintes documentos:

  • Passaporte com validade que cubra o prazo da viagem;
  • Carta de aprovação da escola;
  • Comprovação de hospedagem para o período;
  • Ter um seguro governamental
  • Passagem de ida e volta.

Mas se o curso escolhido tiver duração maior que 90 dias e menor que 180 dias, será necessário solicitar o visto no Consulado responsável pelo seu estado.

Os documentos exigidos variam de acordo com cada Consulado. Em todo caso, serão exigidos em qualquer um deles:

  • Carta de aprovação da escola;
  • Comprovante financeiro – para garantir que você conseguirá se sustentar no país durante o período da estadia;
  • Comprovante de Matrícula;
  • Formulário de visto preenchido e assinado pelo solicitante;
  • Seguro de viagem com cobertura mínima de € 30,000;
  • Passaporte com validade que cubra o prazo da viagem;
  • Certificado de antecedentes criminais;
  • Atestado médico

Deixe uma resposta