Conheça as vantagens de estudar na Colômbia

Você tem interesse em acrescentar o espanhol ao seu currículo e gastar menos para estudar em outro país? O Meu Intercâmbio traz pra você as vantagens de estudar na Colômbia.

O fato de economizar dinheiro com vistos e passaporte já atrai a atenção de muitos estudantes. Se você pretende fazer um intercâmbio de até três meses, não vai precisar de visto para entrar no país, pois o documento só é exigido se o tempo de permanência for maior que três meses.

Como estudar na Colômbia

Estudar na Colômbia, assim como em outros países da América do Sul é mais barato. O preço da passagem aérea é mais em conta, assim como a hospedagem e até às universidades.

Para facilitar o processo para os brasileiros, estão disponíveis programas de intercâmbio acadêmico entre Brasil e Colômbia. Como um um bom latino-americano você também terá a oportunidade de conhecer a beleza e a cultura do país.

Entenda como funciona a Bolsa Integral

Uma informação importante é que o governo da Colômbia disponibiliza bolsas de estudos integrais para especialização, mestrado e doutorado para estudantes de outros países com até 50 anos de idade.

O programa criado pelo Instituto Colombiano de Crédito Educativo y Estudios Técnicos en el Exterior (Icetex) contempla todas as áreas de conhecimento e ainda proporciona apoio financeiro aos estudantes como: gastos com anuidade; assistência médica; materiais; visto e auxílio para instalação no país.

O aluno bolsista tem direito a receber um valor mensal equivalente a três salários mínimos em pesos colombianos, aproximadamente R$ 3.000 durante todo o curso.

O que é preciso para fazer o pedido de bolsa integral

Para tentar uma bolsa integral na Colômbia é preciso ser graduado ou licenciado em qualquer área de formação, ter no mínimo um ano de experiência de trabalho comprovada na área em que é formado e comprovar proficiência em espanhol (no mínimo nível 2B). O exame de proficiência mais comum é o DELE (Diploma de Espanhol como Língua Estrangeira) realizado aqui no Brasil pelo Instituto Cervantes.

É necessário também que o estudante tenha sido admitido para cursar a pós-graduação em uma das universidades colombianas. São mais de 450 cursos disponíveis em mais de 30 universidades que oferecem bolsas integrais.

Solicitando a bolsa integral para estudar na Colômbia

Antes de realizar a solicitação é importante estar com todos os documentos em mãos, por isso listamos abaixo qual é a documentação necessária para se candidatar:

  • Cópia autenticada dos diplomas já obtidos;
  • Histórico acadêmico (em espanhol ou inglês);
  • Carta de admissão da universidade escolhida, com início no ano de solicitação;
  • Currículo atualizado;
  • Carta de recomendação de um professor da graduação, datada no ano da solicitação;
  • Cópia da primeira folha do passaporte, para fins de identificação;
  • Documento que comprove ao menos um ano de experiência profissional;
  • Certificado de saúde, assinado por um médico; e um texto de no máximo duas páginas sobre como a experiência no país ajudará nos planos acadêmicos e de carreira do aluno.

Com tudo em mãos basta entrar no site do Icetex para conferir a data de inscrição e solicitar sua bolsa de estudo integral. Boa sorte!

Deixe uma resposta